Li & Recomendo: Belle

Olá estimados leitores, faz um tempinho que não posto nenhuma resenha aqui no blog, por isso, para me redimir de tamanha falha, eis que nas linhas a seguir deixo-os com a resenha de um livro lido recentemente. Espero que gostem.



Roubaram-lhe a inocência, mas não o caráter.

É cada vez mais recorrente aquele tipo de literatura voltada, em especial, para mulheres que apreciam histórias de amor vividas por protagonistas de espírito intrépido e personalidade marcante, assim, quem se identifica com o dito acima certamente verá em Belle (Lesley Pearse – Editora Novo Conceito, 559 páginas) uma opção agradável de leitura muito embora a autora do livro tenha como referencial para sua história um tema no mínimo espinhoso: o tráfego de mulheres.
Ao narrar à história de Belle_, uma jovem de 15 anos que desde sempre viveu num bordel sem ao menos saber o que se passava no andar superior da casa ironicamente administrada por sua mãe Annie_ Lesley Pearse vai fundo no que diz respeito ao tráfego de mulheres e assim, com referências históricas de meados de 1910, cria um universo todo singular em que sua protagonista é inserida irremediavelmente; afinal, é numa noite como outra qualquer que Belle acaba presenciando o assassinato de Millie, uma das garotas de sua mãe, sendo, em consequência de funesto fato, sequestrada pelo assassino e levada a Paris onde é vendida a um bordel.
Sem ter como retornar para casa e sendo submetida a todo tipo de abusos Belle, após uma temporada numa “casa de recuperação”, aceita sua nova condição e acaba enviada a New Orleans onde decide “aproveitar” a vida de cortesã mesmo tendo lembranças de sua vida feliz e inocente de outrora. Neste interim, uma série de fatos ocorre e a jovem se torna uma mulher de caráter forte e de grande convicção, pois não deixa de sonhar com o dia em que retornará para seu verdadeiro lar e para as pessoas que tanto a amam e nunca deixam de acreditar em seu regresso.
Apesar de o livro ter bastante página a leitura flui rapidamente pelo modo simplista com que a história nos é apresentada, porém faltou a equipe de revisores da Editora Novo Conceito se atentarem com a revisão do texto uma vez que errinhos de digitação aparecem vez ou outra sem contar a tradução que poderia ter lançado mão de expressões mais comuns ao nosso idioma e não tão corriqueiramente utilizadas em traduções livres de livros encontradas aos milhares em sites que disponibilizam e-books , o que por si só podem fazer o leitor mais atento imaginar que está, em certos momentos, lendo um desses textos traduzidos por fãs.
De qualquer modo, o livro é indicado e deixa um gostinho de “quero mais” que pode perfeitamente ser suprido por sua sequência intitulada de “Entre o amor e a paixão” também lançada pela Editora Novo Conceito que interessantemente trouxe em Belle, ao final da narrativa, uma entrevista com Lesley Pearse que conta aos leitores como se dá o processo criativo de suas histórias em especial como desenvolveu o enredo de Belle.


Comentários

  1. A sinopse de Belle não me ganhou e acabei não lendo.
    Dei pra minha tia, rs.

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Lucy! Estou ansiosa para ler Belle e Entre o Amor e a Paixão! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Expressões idiomáticas ao pé da letra

Meta de leitura 2016

Night Huntress - informação sobre a série