Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Momento poético: Ofélia

Imagem
Fico me perguntando quantas pessoas são inspiradas diariamente pelo espírito avassalador da arte. Sim. É exatamente disso que eu, humildimente, venho escrever neste momento, pois mexendo, fuçando e vasculhando a "montanha" de papeis que tenho em casa, descobri um texto que criei há alguns anos como atividade para a facul.
Tudo que bem, neste caso, a arte não me inspirou por livre e espontanea vontade, uma vez que por uma mera obrigação acadêmica me vi as voltas para criar algo que tivesse alguns elementos gramaticais pedidos pela professora_ mais um exercício para desenferrujar a mente e prepará-la para o "português da vida diária"._ Enfim, estava loucamente pensando o que escreveria quando, ao acessar a net_ sempre muito bendita por sinal_ vi, não me lembro em qual site porque já faz um tempinho, um quadro, mas não era um quadro qualquer era a "Ofélia", de John Everett Millais. Aquela imagem de mulher totalmentne sem vida e estirada num rio, ao mesmo tem…

Para refletir: Sabias palavras de George Carlin

Imagem
Outro dia_ faz um bom tempo diga-se de passagem_ recebi um e-mail contendo um mensagem que no início não me despertou muita atenção uma vez que e-mail com mensagens são tão corriqueiros, no entanto, assim que parei para ler o conteúdo da tal mensagem do e-mail, simplesmente a achei a coisa mais sensata que alguém já escreveu na vida e dando uma fuçada na net, descobri que o autor da sabia mensagem, George Carlin, foi nada mais nada menos que o humorista, ator e autor norte-americano pioneiro, juntamente com Lenny Bruce, no humor direcionado a critica social. Infelizmente, Carlin morreu no dia 22 de junho de 2008, aos 71 anos de idade, mas não antes de deixar registrado sua marca nessa longa estrada da vida (muitas vezes esburacada e cheia de enfiltrações). Sem mais delongas, eis o texto que me fez e ainda me faz refletir ve ou outra.



"Nós bebemos demais, gastamos sem critérios. Dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito p…