Assisti & recomendo: Os Pilares da Terra

Bom dia pessoas, eis que logo pela manhã postarei uma dica imperdível para quem gosta de aventuras épicas bem produzidas. Sem delongas, indico a série Pilares da Terra, de Ken Follett. Talvez muitos não saibam, mas a série produzida para TV em 4 filmes é, em realidade, uma adaptação muito bem-sucedida de um livro. Enfim, como é meio difícil, para mim, ao menos, me expressar em palavras em relação a grandiosidade da obra_ isso porque não li o livro_ achei mais pertinente fornecer as informações de Os Pilares da Terra  dando todos os créditos a Editora Rocco que detém os direitos de publicação da obra. Por isso, a seguir, uma breve sinopse de uma história que me cativou por completo bem como e o trailer de sua versão para a TV que eu super recomendo. Espero que apreciem!




Um mergulho na Inglaterra do século XII e na construção de uma catedral gótica. Emocionante, complexo, pontilhado de coloridos detalhes históricos, Os Pilares da Terra, de Ken Follet, traça o painel de um tempo conturbado, varrido por conspirações, intricados jogos de poder, consciência e surgimento de uma nova ordem social e cultural. O livro, , que há mais de 20 anos conquista leitores e já vendeu mais de 18 milhões de exemplares em 30 idiomas, volta às livrarias em volume único, acabamento sofisticado e preço competitivo. Na década de 70, quando Kenneth Follett ainda era um repórter do London Evening News, ele visitou uma catedral na cidadezinha de Peterborough, para passar o tempo enquanto o trem não chegava. A visita foi o início de uma obsessão que levou quinze anos para se transformar no livro que muitos consideram o melhor do autor de O buraco da agulha. Ao invés de manipular uma trama recheada de espiões e agentes secretos, como é o seu costume, e Follett mergulha, aqui, na Inglaterra do século XII e na construção minuciosa de uma catedral gótica. 
A figura que melhor expressa os ideais que inspiraram Ken Follett a escrever este livro é Philip, prior de Kingsbridge, um homem que luta contra tudo e todos para construir um templo grandioso a Deus. Mas a galeira de personagens que gravitm em torno da catedral inclui Aliena, a bela herdeira banida de suas terras, Kack, seu amante, Tom, o construtor, William o cavaleiro boçal, e Waleran, o bispo capaz de tudo para pavimentar seu caminho até o lugar do Papa, em Roma. Como painel de fundo, uma Inglaterra sacudida por lutas entre sucessores prováveis aos trono que Henrique I deixou sem descendentes.
Romance de qualidade que resiste a modismos literários e atravessa gerações de leitores como referência no segmento de tramas históricas, Os pilares da terra também é o mais popular dos livos de Follett. Mesmo 20 anos depois de seu lançamento, o título vende mais de 100 mil exemplares por ano só nos Estados Unidos e voltou a ocupar o primeiro lugar nas listas em 2007, quando foi escolhido livro do mês pelo The Oprah Book Club. O livro manteve-se na lista dos mais vendidos por seis anos no Rino Unido, Itália, Alemanha e, no Brasil, é um dos destaques do catálogo da Rocco, por onde ganha reimpressões sucessivas desde o seu lançamento.
Em 2010, a saga histórica e Follett ganhou uma bem-sucedida adaptação para a TV, orçada em U$ 40 milhões, produzida por Tony e Ridley Scott, com grande elenco e sete indicações aos Emmy Award. A série apresentou a história a um nova audiência em potencial. Nos EUA, foram mais de 8 milhões de telespectadores, sucesso absoluto de audiência também na Espanha, Itália, Alemanha e Holanda.
Épico que consegue captar simultaneamente o que acontece nos castelos, feiras, florestas e igrejas, Os pilares da terra é a recriação magistral de uma época que nossa imaginação não quer esquecer.





Comentários

  1. Tenho um selinho pra vc *-*
    espero que goste!
    http://confidenciias.blogspot.com.br/2013/01/selinhoo.html
    beijinhoos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Meta de leitura 2016

Expressões idiomáticas ao pé da letra

Uma lição sobre o suicídio