Campanha: Diga NÃO ao plágio



Olá pessoas, após alguns dias sem escrever, eis que volto para postar sobre algo no mínimo desconfortável: Plágio. 
Como todos nós sabemos_ pelo menos quero acreditar que as pessoas sabem sobre esse assunto_ o plágio nada mais é do que a apropriação indevida de uma obra intelectual independente de sua natureza, ou seja, não importa se for um texto, uma música, uma foto, enfim, a partir do momento que você se apropria de algo que não é seu sem deixar claro a quem pertence a obra, você está cometendo um plágio. Recentemente, uma amiga muito querida e blogueira bastante conhecida teve um resenha plagiada, o que é uma situação chata porque você escreve algo, mas quem lê pensa que não foi você quem escreveu ou fica sem saber em quem confiar em relação ao que oi lido.
Enfim, esse assunto, um tanto chato, me fez pesquisar na net algo sobre plágio, então resolvi postar as informações lidas aqui no blog para vocês terem uma ideia o quanto essa questão é séria e rende assunto. Enfim, aqui fica um apelo para que os direitos autorais sejam respeitados e plágios não sejam tolerados. Até mais!

PS: Assistam ao vídeo: Um Conto sobre Plágio (muito legal)!!!!

Literatura científica
A editora brasileira Editora Martin Claret vem sofrendo diversas acusações de plágio provenientes de diversas traduções. Em 2000, ela respondeu a uma intimação judicial da Companhia das Letras, reconhecendo posteriormente ter usado uma parte das traduções de Modesto Carone para três novelas de Franz Kafka (1883-1924): "A Metamorfose", "Um Artista da Fome" e "Carta ao Pai". Já em 2007, por sua vez, a obra A República, de Platão, tinha a tradução assinada por Pietro Nassetti, mas na verdade o texto é uma adaptação com pequenas mudanças da tradução de Maria Helena da Rocha Pereira, uma das maiores especialistas portuguesas em Grécia Antiga. O editor Martin Claret, dono da Editora Martin Claret, admitiu que sua edição de A República, é plágio da edição da Fundação Calouste Gulbenkian. Há ainda a suspeita de que alguns outros livros da editora usem traduções plagiadas. O caso é parcecido com o plágio das traduções publicadas pela Editora Nova Cultural.
O atual Presidente da Rússia Vladimir Putin é acusado de ter copiado quase literal a maioria do texto da sua dissertação do livro „Strategic Planning and Policy“ (de William R. King e David I. Cleland, professores da Universidade de Pittsburgh, publicado em 1978).
Stephen E. Ambrose, escritor estadunidense e biógrafo dos presidentes dos Estados Unidos Dwight D. Eisenhower e Richard Nixon, copiou em muitas das suas obras passagens completas de outros autores.
A tese da política alemã Silvana Koch-Mehrin, defendida em 2001 com o título 'Historical Currency Unions between Economy and Politics', foi analizada usando o esforço crowdsourcing, sendo ela acusada de plágio.Como consequência, em 11 de maio de 2011 ela renunciou ao cargo de presidente do FDP no Parlamento Europeu e de vice-presidente do Parlamento Europeu, alegando querer encerrar a crise que o inquérito trouxe à sua família. Ela permanece membro do Parlamento Europeu, e continuou a usar o título de doutor. Em 15 de junho de 2011 a Universidade de Heidelberg rescindiu oficialmente seu título de doutorado, devido ao plágio descarado.
O político alemão Karl-Theodor zu Guttenberg, na época ministro da Defesa da Alemanha, foi acusado em fevereiro de 2011 de plágio e ficou sem o seu título de doutor em direito. Ele havia obtido o título em 2007. A Universidade de Bayreuth retirou de Karl-Theodor zu Guttenberg o título do doutorado em 22 de fevereiro de 2011. Isto valeu a ele pelo menos duas queixas na justiça, e o apelido de "Barão copia-cola" e "Barão von Googleberg". Em 1 março de 2011 Karl-Theodor zu Guttenberg anunciou sua renúncia como ministro da Defesa de Alemanha e da renúncia do mandato parlamentar.
O político e (ex-) presidente da Hungria Pál Schmitt teve o seu título de doutorado retirado em março de 2012 pelo Conselho de Doutores da Universidade de Medicina "Semmelweis". Em 2 de abril de 2012 anunciou que irá renunciar ao cargo.

Filmes
Em 1999, Sérgio Rezende, roteirista e diretor do filme Mauá - O Imperador e o Rei entrou numa disputa judicial com Jorge Caldeira, autor do livro Mauá: empresário do Imperio, que acusou Sérgio Rezende de plágio por usar diálogos inteiros de seu livro no filme. Em 2006, os juízes da 15ª Vara de São Paulo decidiram que não houve plágio.

Música
Em 3 de dezembro de 2008, a música Still Got the Blues do álbum homónimo de Gary Moore (lançado em 1990) foi declarado plágio de uma canção desconhecida (ao menos fora da Alemanha) publicada em 1974 chamada "Nordrach", da banda alemã Jud's Gallery pelo Tribunal Regional de Justiça (Landgericht) de Munique.Gary negou conhecer a música, alegando que esta era indisponível em gravações ou CD na época em que ele gravou o álbum. A corte reconheceu que não havia evidência de que o solo de guitarra havia sido copiado de "Nordrach", mas uma violação de copyright independe da qualificação do furto.

Retidado do Wikipédia



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Expressões idiomáticas ao pé da letra

Meta de leitura 2016

Night Huntress - informação sobre a série