Mundo de Bizarrices: Prêmio Stella Awards

Olá galera, setiram saudades?
Bom, espero que sim porque eis que estou de volta e com um post, no mínimo, bizarro. Aliás, quase nada nesse mundo tem me deixado tanto de cabelo em pé, afinal, eita mundinho cheio de coisas estranhas.
Enfim, indo direto ao ponto estimados leitores, será que alguém alqui já ouviu falar de uma chamada premiação intitulada de Stella Awards?
Pois bem, a referia cerimônia concede prêmios aos mais bizarros casos judiciais do ano, tendo ganhado esse nome pelo processo milionário (algo em torno dosUS$ 2,8 milhões) movido por uma senhora a rede de lanchonetes MC Donalds. 
Sim, caros leitores, a senhora Stella Liebeck de seus 70 e poucos anos decidiu processar o MC Donalds após ter sido queimada ao derramar acidentalmente café em sua roupa após ter colocado o copo com o referida e quentíssima bebida em seu colo. Que cafezinho mais caro!
Bom, pegando carona nesse ecêntrico caso judicial, eis que compilei uma listinha de alguns dos mais extraordinários e bizarros caros judiciais de que se  tem notícia. Espero que apreciem!


Os mais estranhos processos judiciais dos últimos tempos



No Brasil


Pois é, quem disse que em terra tupiquim não rola bizarrice está enganado, afinal, a seguir, é só ler o texto abaixo que você ficará por dentro de alguns processos judiciais esquisitos movivos em terra brasuca.


Slogan "Quer pagar quanto?" vira processo judicial.

Um dos mais famoros slogan usados pela rede varejista Casas Bahia virou caso de polícia quando uma das funcionárias da companhia decidiu processar a empresa por se sentir humilhada ao ter que usar um broche com o referido Slogan. Agora, imaginem só se usare um broche com os dizeres "Quanto você quer pagar" não iria dar margens a interpretações das mais sugestivas. Assim sendo, a empresa foi condenada a pagar 5 mil reais de indenização por danos morais a funcionária.



Ladrão processa a vítima
Parece loucura, mas até bandido decide entrar na justiça. Acontece que Wanderson Rodrigues de Freitas, de 22 anos, entrou com uma ação na justiça por danos morais contra o dono de uma padaria em Belo Horizonte. Acontece que o rapaz sentiu sua integridade física ameaçada ao ser agredido pelo dona da padaria quando fugia do local do assalto. Pelo mens a justiça não deu créditos as queixas do bandido que está preso aguardando julgamento.


Direito de soltar pum
A funcionária de uma fábrica localizada em Cotia (São Paulo) decidiu processar a empresa em que trabalhou após ter sido demitida por justa causa. O motivo da dispensa teria ocorrido em decorrência do alto nível de flatulência da funcionária que teve ganho de causa.







No mundo

Pois é, se no Brasil há casos esquisitos de processos, imagine mundo afora. Confira agora apenas alguns dos mias estranho processos já feitos.


Processou Deus
Após ter sido condenado a 20 anos de prosão o romeno Mircea Pavel processou Deus alegando que o mesmo prometoeu protegê-lo do Diabo quando ele fora batizado. Uma vez que o crime do romeno teria sido fruto do demônio, Deus teria falhado no cumprimento da promessa. No ano de 2011 a corte responsável pelo caso decidiu que o processo estava fora de sua jurisdição. 

Google na mira de passante


Lauren Rosenberg processou a gigante Google por ter se envolvido num acidente após ter consulatado o melhor trajeto para ser feito apé pelo Google Maps. O site não teria informado que a rua não possuia calçada; versão esta contestada pela empresa.







Sanitário terrorista
Um cidadão americano entrou na justiça contra a cidade de Nova York pedindo uma indenização de 5 milhões uma vez que a descarga de um banheiro público simplesmente explodiu enquanto ele fazia suas necessidades fisiolágicas, ferindo-o.







Fontes consultadas: Minilua.com / SuperInteressante / Uou Mais


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Meta de leitura 2016

Uma lição sobre o suicídio

Night Huntress - informação sobre a série