Expressões idiomáticas ao pé da letra

Olá caros leitores, aproveitando o dia de hoje, dia para relaxar e descontrair, abaixo algumas imagens retiradas do "Pequeno Dicionário Ilustrado de Expressões Idiomáticas", dicionário  organizado por  Marcelo Zocchio e Everton Ballardin. Agora, imaginem só se de fato levássemos a sério as mais absurdas expressões idiomáticas de nosso idioma! Seria uma loucura total!
Enfim, espero que se deliciem com a seleção a seguir. Beijocas =]

A expressão "com a corda no pescoço" é usada quando alguém está enfrentando uma situação, no mínimo, complicada, onde o risco é maior do que se possa imaginar

Já a expressão "uma mão na roda" é empregada quando alguém é ajudado por outrem em alguma situação ou ainda quando alguma circunstância ou um objeto qualquer serve de auxílio num momento de sufoco.
"Tirar a água do joelho' é a expressão costumeiramente usada quando  a pessoa sente vontade de ir ao banheiro para fazer o chamado "número 1".

Já a expressão "pagar o pato"diz respeito a ser responsabilizado por algum ato ocorrido, sendo totalmente inocente da acusação. 

A expressão "testa de ferro" é utilizada quando um indivíduo  se responsabiliza por alguma situação.

"Colocar as barbas de molho" é empregado quando é preciso  paciência diante de determinada circunstância.

A expressão "pisar em ovos" é usada quando estamos diante de alguma  situação que exige cautela extrema.

"Chorar pelo leite derramado" é empregado diante de algum acontecimento que não pôde ser evitado e que, portanto, não há como ser lamentado posteriormente.

"Engolir um sapo" se refere há situações em que somos obrigados a não reagir a fim de se evitar maiores desconfortos.

A expressão "fala com a minha mão" refere-se ao fato de um indivíduo não prestar atenção a outro.

"Quebrar o galho" é a expressão usada quando alguém se predispões a ajudar ao próximo.

Dar um de "João sem braço" é empregado quando o indivíduo se faz de desavisado diante de alguma situação.

"Queimar a rosca"... nem te conto o que significa!!!!

A expressão "segurar vela" diz respeito ao indivíduo que fica em companhia de casais estando ele na condição de solteiro ou momentaneamente desacompanhado.

A expressão "uma mão lava a outra" é usada quando se quer dizer que  uma pessoa pode ajudar a outra mediante interesses em comum.

A expressão "encher linguiça" é usada quando um indivíduo, geralmente, demora para chegar o tema central de um assunto.

"Chá de cadeira" é a expressão empregada quando há a demora  no andamento de determinado  evento.
Então, é isso, quem diria que é possível reproduzir uma expressão ao pé da letra? Amei todas as imagens. Parabéns aos idealizadores.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Night Huntress - informação sobre a série

Li & Recomendo: A Revolução dos Bichos